29 de dezembro de 2014

No dia 25 de Dezembro foi Natal no mundo todo e meu primeiro natal longe de casa. Confesso que fiquei mal mas prometi a mim mesma que não iria derramar nenhuma lagrima se quer e se deramasse seria apenas por felicidade de estar realizando um sonho.
 
Na noite anterior minha família me ligou quando o relógio do Brasil bateu meia noite, pude conversar com toda a familia e matar um pouco da saudade. Também recebi aquelas mensagens positivas que só tia sabe dar, me ajudando a dar um up! no ânimo.
 
Nos Estados Unidos são poucas pessoas que comemoram a véspera de natal, então neste dia, que aqui parece um dia normal, o que nos restou fazer foi ir as compras (hobby preferido da minha host mom). Levantamos cedo e fomos para Kalamazoo, compramos o que tínhamos que comprar e fomos para a casa da minha host sister mais velha, Summer. Ficamos lá a tarde toda até voltarmos para casa.
 
No dia 25 acordei tarde, preparei o pavê de nozes e desejei feliz natal para o resto da familia. Ajudei a limpar a casa e fui terminar de embrulhar os presentes. Fiquei cerca de uma hora no meu quarto e quando voltei me deparo com uma pilha gigantesca de presentes em cima da mesa, fiquei paralizada pois nunca tinha visto tantos presentes na minha vida e não era nem o começo.
 
O pessoal foi chegando e depois de muita conversa decidimos abrir os presentes. Juro que na sala tinha mais de 100 presentes, depois desse dia tive a certeza que americano leva o consumismo a um nível fora do normal. Eles começam as compras no Black Friday e so param um dia antes do Natal, é coisa de louco! As crianças recebem tantos presentes que nem se juntar todas as crianças da minha familia inteira em todos os anos não teríamos metade do que eles tem e ainda reclamam, choram e fazem birra querendo mais e mais, pude compartilhar essa experiência com outros intercambistas que acham assim como eu que aqui eles não tem o mesmo valor do Natal que nós temos, eu não recebo presente de natal todos os anos e isso não importa para mim, o que importa é estar reunida com a família mas aqui a cultura é totalmente diferente pois Natal é mais importante pelos presentes.
 
Confesso que ganhei alguns presentes mas mesmo assim fui a que menos ganhei e já esta ótimo por quê pelo menos lembraram de mim já que eu tinha a sensação que nem Feliz Natal iria ganhar.
 
Foi uma boa experiência, a comida quase a mesma que no Thanksgivin, presunto assado, purê de batatas, gravy, stuffing, deviled eggs e o meu pavê de nozes e doce de leite que sem querer me mostrar ficou uma delícia e pelo jeito eles não gostaram muito, tudo que já fiz aqui eles olharam torto... Só sinto pena.
 
Logo depois chegaram mais pessoas com mais presentes e mais comida. Jogamos um jogo em que você pega uma palavra ou frase e tem que fazer mímicas e o seu time tem que acertar, foi bem engraçado e amei esse jogo.
 

Os presentes que ganhei foram:
1- Uma luva que dentro tem uma massa de cookie e formato de flocos de neve
2- Lixa de unha e cremes hidratantes
3- EOS de blueberry 
4- Colar escrito love
5- Copo termico e azul com flocos de neve

6- A calça mais fofinha e confortavel que ja me deram
7- Headphones
8- Camiseta pink de manga longa escrito Michigan
9- Bolsa da Guatemala (minha nova paixao)
10- A famosa meia com muitos chocolates e outros doces
11- Pijama
 
O Natal foi legal, melhor do que minhas expectativas mas nada que passar na sua casa, com a sua família e sem presentes né?!Ok vou parar de reclamar mesmo estando de homesick e parecer tudo mais dificil.

Marcadores: , , , ,





1 comentários • por Beatriz Ferreira •


Blogger Amanda Lessa escreveu:
Deve ser triste mesmo passar longe de casa :/ Sabia que americano era consumista , mas não tanto kkkk com 11 presentes pularia de alegria kkkk.
Beijos
http://www.sushibaiano.com/


5 de janeiro de 2015 22:28  

Postar um comentário






sobre


Beatriz, 16, Leonina, Paulistana e Intercambista. Mais?

Facebook Flickr Tumblr WeHeartIt Image Map

pesquise



categorias

instagram

arquivos

info
Voyageur - 2014 ©

Todas as postagens aqui contidas são de autoria de Beatriz Ferreira, exceto quando apontado o contrário. As imagens utilizadas são fruto de reproduções, e se você teve seu conteúdo publicado aqui e deseja que seja retirado, entre em contato em e-mail.





Design e codificação por Júlia Duarte. From scratch, with ♥ Powered by Blogger.